Atendimento imediato após infarto diminui o risco de danos ao coração

17.07 Atendimento imediato após infarto diminui o risco de danos ao coração

Se o atendimento tardar, o coração pode perder 1/3 de sua musculatura.
O ideal é que o paciente seja encaminhado ao hospital o mais rápido possível.

As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo. Anualmente, milhões de indivíduos morrem vítimas de cardiopatia isquêmica (diminuição do fornecimento de sangue do miocárdio), e infartos (necrose de uma parte do músculo cardíaco causada pela ausência da irrigação sanguínea que levam nutrientes e oxigênio ao coração). Muitos desses óbitos acontecem por alguns motivos que poderiam ser evitados, como desconhecimento dos sintomas e demora em procurar ajuda médica.
Hoje se sabe que tudo depende do tempo que se leva para socorrer o paciente. Se a circulação das coronárias (artérias que levam o sangue que nutre o músculo do coração) for interrompida por um trombo, ou seja, por um coágulo de sangue no interior do vaso, parte da massa muscular cardíaca entrará em padecimento. Se conseguirmos recanalizar, em tempo hábil essa artéria, estaremos restabelecendo a irrigação dos tecidos e, consequentemente, reduzindo a quantidade de fibras musculares que teriam sido perdidas sem a interferência do atendimento.
A primeira ação imediata após um ataque cardíaco (infarto do miocárdio) é buscar tratamento médico. Isto pode rapidamente detectar arritmias perigosas e administrar o tratamento adequado.
De acordo com Dr. Julio Cesar Borges, Cardiologista Intervencionista do Instituto do Coração - Hospital Med Center, a questão do tempo para procurar ajuda médica é extremamente importante: “Cada minuto é importante para o seu coração, e o problema é que o indivíduo demora demais para procurar atendimento médico, buscando primeiramente se automedicar com anti-inflamatório, antiácidos e analgésicos, porém tais medicamentos não possui eficácia alguma contra infarto”.
Fumantes, hipertensos, diabéticos, pessoas com níveis altos de colesterol, ou com antecedentes familiares próximos, que tenham sofrido infarto antes dos 55 anos, constituem grupo de risco e demandam maior cuidado. Por isso, devem ter acompanhamento médico permanente e informações precisas sobre as atitudes a tomar diante de uma situação em que haja possibilidade da ocorrência de infarto.
Helena Maria Cortes, 57 anos, paciente do Hospital Med Center, saiu de casa – na região de Abacaxis, Município de Serra do Salitre - com fortes dores no peito, muito enjoo e suor excessivo, chegando a Patrocínio foi rapidamente encaminhada ao Instituto do Coração onde passou por uma cateterismo cardíaco de urgência seguido por uma angioplastia (implante de stent), com o intuito de desobstruir uma artéria. A paciente afirma que foi muito importante buscar atendimento médico de urgência para não piorar os sintomas e salvar a sua vida, “Agradeço o Dr. Júlio e toda a equipe do Med Center pelo carinho e atenção. A equipe é bem treinada e estou satisfeita com o atendimento recebido”, ressalta.
Outro paciente que também foi atendido pelo Instituto do Coração do Hospital Med Center e nos relatou a sua experiência, foi o Sr. Lauro Afonso Vieira , 51 anos, que estava no Distrito de Santo Antônio do Quebranzol quando sentiu fortes dores no peito, falta de ar e um enorme desconforto. Ele buscou atendimento médico imediatamente no Hospital Med Center, onde foi submetido a um cateterismo e a uma angioplastia. Ele afirma que hoje leva um estilo de vida normal e relata: “apenas inseri no meu cotidiano atividade física e mudei os hábitos alimentares, além de fazer acompanhamento com o cardiologista regularmente para prevenir outros problemas”, salienta. O Sr. Lauro é muito agradecido ao atendimento e à presteza do Instituto do Coração do Hospital Med Center que como ele mesmo disse salvou a sua vida!.
Consultar regularmente o médico cardiologista para checar colesterol, diabetes, IMC (Índice de Massa Corpórea) e pressão arterial, sempre conta pontos a favor da saúde do coração.
A maioria dos infartados, desde que tratados de forma adequada, retornam a uma vida normal após adotarem um estilo de vida saudável.
O Hospital Med Center mantém um plantão de urgência e emergência durante 24 horas para qualquer eventualidade, alem de contar em sua infraestrutura, com o Instituto do Coração de Patrocínio e UTI, para os atendimentos cardiológicos.

Alguns sintomas de infarto do miocárdio
•Dor no lado esquerdo do peito, prolongada, em forma de aperto, peso, que pode irradiar para o pescoço, axila, costas, braço esquerdo ou até mesmo, braço direito;
•Dor de estômago, de forte intensidade, sem relação com alimentos;
•Dor nas costas;
•Mal estar;
•Dificuldade para respirar ou respiração rápida;

Equipe médica de Cardiologia do Instituto do Coração de Patrocínio-Hospital MedCenter:
• Dr. Julio Cesar Borges - Cardiologista Intervencionista
• Dr. Thalles Oliveira Gomes – Cardiologista Intervencionista
• Dr. Daniel Oliveira Nunes Silva - Cardiologia Clínica / Teste Ergométrico
• Dr. Eduardo Messias C.Teixeira- Cardiologia Clínica / Ecocardiografista
• Dr. Ideraldo de Aguiar Melo - Cardiologia Clínica (Monte Carmelo)
• Dr. Ivan de Carvalho Carneiro- Cardiologia Clínica / Teste Ergométrico
• Dr. José de Arimatéia Neves - Cardiologia Clínica
• Dr. Marco Antônio de Castro Alves - Clínico Geral
• Dra. Paula F.Gontijo – Cardiologia Clínica / Ecocardiografista
• Dr. Rogério Queiroz- Cardiologia Clínica / Ecocardiografista


“Cada segundo é essencial ao seu coração.”
 

Documento sem título
Rua Otávio de Brito, no. 20 - Centro - Cep 38740-000 - Patrocínio - MG - Telefone: (34) 3839.5600
Todos os direitos reservados - © Copyright 2011 - Med Center

Desenvolvido por Portfólio